Criando um banco no Oracle (DBCA)

Depois de instalar o Oracle Enterprise Linux no VitualBox e também do Oracle Database 12R2, iremos agora criar um banco nesse ambiente. Esse processo pode ser repetido quantas vezes desejar, ou até consumir os recursos da máquina. Lembrando que veremos aqui apenas uma breve visão de todo o processo. Algumas opções serão estudadas mais a fundo depois.

Na VM, vamos logar nela via MobaXterm e modificar o arquivo /home/oracle/.bash_profile, adicionando as seguintes linhas ao arquivo, para que as variáveis de ambiente sejam sempre aplicadas quando logar com o usuário oracle. Isso vai nos ajudar a ter no path tudo o que precisamos.

export ORACLE_BASE=/u01/app/oracle
export ORACLE_HOME=$ORACLE_BASE/product/12.2.0/dbhome_1
export PATH=$ORACLE_HOME/bin:$PATH

Logue com o usuário oracle e exporte novamente a variável display. Rode o comando dbca(Database Configuration Assistant) e o MobaXterm vai pergunta se aceita que o servidor envie a tela pro seu computador, pode aceitar.

[root@oca oracle]# vi /home/oracle/.bash_profile
[root@oca oracle]# su - oracle
Last login: Mon May 27 17:53:25 -03 2019 on pts/0
[oracle@oca ~]$ export DISPLAY=10.10.109.121:0.0
[oracle@oca ~]$ dbca

Assim, a primeira tela do do DBCA aparece, selecione a opção de Create a database.

Vamos criar utilizando a opção avançada.

Iremos escolher a opção Single Instance, que é o que é cobrado na prova OCA. Pode escolher um template que mais se adéqua ao seu ambiente desejado. No template já vem algumas pré configurações.

Escolha o nome do banco e o SID, geralmente são os mesmos. Desmarque a opção Create as Container database, isso só servirá na prova OCP, mas aqui vamos estudar para OCA. Lembrando que um banco non-CDB está deprecated.

Vamos agora escolher o local aonde o banco irá salvar os arquivos, como os datafiles. Escolhi a segunda opção, storage type File System, pois não iremos ver ASM agora. Em location ele tem algumas variáveis, como ORACLE_BASE e DB_UNIQUE_NAME, que facilitam o caminho do duretório. Selecionei também a opção OMF, em que permite que o próprio Oracle gerencia os arquivos do sistema relacionados ao banco. O Oracle irá criar e deletar arquivos no local configurado, assim, não precisamos mais informar o local ou o nome e nem mesmo o tamanho de arquivos que serão necessários criar, como os datafiles.

Vamos habilitar o Fast Recovery Area, especificando o local e o tamanho e também habilitar o archiving mode. Esta opção esta relaciado ao backup e a área de recovery do banco. com essas opções o nosso banco irá salvar o online redo log em um destino offline, no caso o archived redo log, ou somente archive log. Esse é o processo chamado de archiving. A maioria dos bancos de produção usa essa opção, pois pode-se realizar backups com o banco aberto e salvar as mais recentes alterações para uma possível recuperação do banco após uma falha. Isso é necessário também para manter um banco standby atualizado, aplicando as ultimas alterações via archive log. Iremos ver em mais detalhes esses processos depois.

Caso ainda não exista um LISTENER, vamos criar um.

Escolha os componentes desejados a serem instalados.

Agora algumas opções relacionadas ao banco, como gerenciamento de memória. Eu prefiro a opção Automatic Shared Memory Management(ASMM). Escolha a quantidade de RAM a ser utilizada pelo banco, entre SGA e PGA. Em Sample schemas, habilite para instalar os schemas de exemplo, como o HR. O resto, podem deixar do jeito que esta. Essas opções iremos ver em mais detalhes em futuros posts aqui no blog.

Habilite para configurar o Enterprise Manager (EM) database express. Com isso, poderemos ter uma tela de gerenciamento e monitoramento do nosso banco.

Escolha as senhas dos usuários sys e system.

Vamos criar o banco agora, mas temos a opção de criar um template ou scripts, com todas as opções já selecionadas, para serem utilizados mais tarde

Reveja tudo que foi selecionado e configurado.

Agora é só esperar terminar de criar o banco.

Finalizando, clique em close.

Vamos logar agora no nosso banco recém criado. Para isto, exporte a variável ORACLE_SID com o sid escolhido durante a criação do banco no dbca.

[oracle@oca admin]$ export ORACLE_SID=orcl
[oracle@oca admin]$ sqlplus / as sysdba

SQL*Plus: Release 12.2.0.1.0 Production on Tue May 28 09:23:50 2019

Copyright (c) 1982, 2016, Oracle.  All rights reserved.


Connected to:
Oracle Database 12c Enterprise Edition Release 12.2.0.1.0 - 64bit Production

SQL> SELECT SYSDATE FROM DUAL;

SYSDATE
---------
28-MAY-19

SQL>

Meu nome é Tércio Costa, sou formado em Ciências da Computação pela UFPB, tenho a certificação OCA 12c, Oracle SQL Expert e OCP PL/SQL, mantendo um blog reconhecido pela OTN(oraclepress.wordpress.com), no qual também publico artigos técnicos no portal OTN, no portal http://www.profissionaloracle.com.br/gpo e na revista SQL Magazine. Além de tudo isto sou um Oracle ACE por estar sempre contribuindo para a comunidade com um bom nível de expertise.

Marcado com:
Publicado em Certificação Oracle

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Esse Blog é reconhecido pela
Sou um
Certificações
Sou articulista

Clique para seguir este blog e receber notificações via email de novos posts.

Tércio Costa

Tércio Costa

Meu nome é Tércio Costa, sou formado em Ciências da Computação pela UFPB, tenho a certificação OCA 12c, Oracle SQL Expert e OCP PL/SQL, mantendo um blog reconhecido pela OTN(oraclepress.wordpress.com), no qual também publico artigos técnicos no portal OTN, no portal http://www.profissionaloracle.com.br/gpo e na revista SQL Magazine. Além de tudo isto sou um Oracle ACE por estar sempre contribuindo para a comunidade com um bom nível de expertise.

Links Pessoais

Serviços verificados

Visualizar Perfil Completo →

Total de Visualizações da Página
  • 161.530 Visualizações
%d blogueiros gostam disto: